Teatro ao vivo da lenda do flautista ou caçador dos ratos na praça entre a igreja Sto. Nicolai e a casa de casamento perto de Pferdemarkt (mercado dos carvalhos). Essa encenação open-air tem lugar cada domingo meio-dia no verão alemão e dura mais ou menos meia ora. Entrada gratuita e também não outras taxas.

Lenda do flautista, um homem com uma flauta magica
Antes do ano 1284 existiram em Hameln muitos ratos. Entãoo a cidade decidiu que deveria fazer alguma coisa contra a praga. A camara municipal pediu que buscasse este tal caçador, porque este homem afirmou, que ele pode ajudar a cidade. Ele mostrou sua capacidade para prefeitura (Imagem: HM0211). A cidade foi de acordo e o homem veiou com uma flauta que ele diz ser magica. Então ele foi para centro da cidade e começou de tocar sua flauta mágica e tudos dos ratos seguiram ele (Imagem: HM0212) em direção do Rio Weser. Ele entrou no rio e os ratos também. E este foi o fim dos ratos, mas não por o flautista, lugar baixo do rio ! Depois o caçador dos ratos voltou para a camara municipal para receber o pagamento prometido, mas o prefeito não quis pagar o salario. O povo só riu e insoltou ele (Imagem: HM0213) Então o caçador foi furioso, saiu e voltou depois algum tempo. Ele começou a tocar a flauta de novo. Agora não mais para os ratos e sim para tudas as crianças da cidade, que seguiram ele e foram directamente em frente para uma montanha perto da cidade. Quando ele estava em frente, a montanha abriu-se e o flautista ordenou com sua flauta que tudas crianças entrasse. Todas ? Não todas, duas não puderam conseguir, uma foi cedo, outra surdo. Quando eles chegaram na porta de montanha, já foi fechado e eles voltaram para cidade e falaram para adultos que eles viram ou escutaram. O mito fala, que essas 130 crianças foram até România (mais ou menos 2000km).